Buda

De fato todo homem é protetor de si mesmo.
Que outro protetor poderia haver?
Com seu próprio eu controlado,
o homem encontra o melhor protetor que poderia ter.
O mal cometido pelo próprio homem, nascido em si mesmo, produzido por si,
destrói o tolo assim como um diamante pulveriza a rocha dura.
Fáceis são as coisas que são más e não trazem benefícios ao próprio homem.
Mas o que é bom e benéfico é muito difícil de fazer.
 
Dhammapada 160-161, 163
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: